Policia prende idosa de 83 que treinava gatos para roubar comida em supermercado e alimentar canil

Idosa de 83 anos foi presa nesta manhã e acusada de treinar dezenas de gatos para roubar comida de supermercados e seus vizinhos para alimentar cachorro de seu pequeno canil.

 Polícia Civil de Ribeirão Preto abriu uma investigação sobre Maria das Gracas e seus 65 gatos, depois que vários proprietários de supermercados e vizinhos do bairro relataram que rações estavam sendo roubadas de suas casas.

Várias vítimas relataram ter sido visitadas pelos gatos da Sra. Maria antes de perceber o desaparecimento de sacos de raçoes e outros alimentos.

Apesar de seu ceticismo, os investigadores iniciaram uma operação de vigilância e ficaram impressionados com o que descobriram.

De acordo com o Delegado responsável pelo caco, Dr. Pimentas Dantas, dezenas de gatos estavam constantemente indo e vindo, trazendo para casa "qualquer coisa que os alimentasse".

“Ela era como Robin Hood, mas usava gatos como ladrões em vez de crianças. Em menos de três horas de vigilância, os detetives viram os gatos levarem para casa mais de cem alimentos, como Rações, feijão, milho, arroz, biscoitos e etc.

A canil foi interditado, um total de 65 gatos adultos e 17 gatinhos foram encontrados no local e entregues para uma ONG de proteção de animais.

Dr. Pimentas diz que a mulher idosa confessou ter treinado seus gatos para roubar, dizendo que não tinha condições de alimentar todos os animais do canil.

“Ela só alimentaria os animais se trouxessem artigos valiosos para que os animais tivessem que roubar todos os dias para sobreviver. A maioria foi desnutrida voluntariamente, para que eles facilmente ganhassem a compaixão dos vizinhos e fossem autorizados dentro de suas casas ”.

Segundo a Polícia de Columbus, os animais de Gregson poderiam ter sido roubados de mais de 5.000 casas e apartamentos na área, e os investigadores convidam possíveis vítimas a contatá-los.

O Delegado disse a repórteres que o número de acusações feitas contra a idosa poderia chegar a mais de cinco mil pessoas.