Motivos para ser contra o Carnaval e suas consequências

O Carnaval é uma festa pagã de origem grega e teria como sua principal finalidade o cultos aos deuses da fertilidade. Na Idade Média o período do Carnaval passou a ser marcado pelo “adeus a carne” que marcaria o período da Quaresma.


Por mais que a festa da carne traga dinheiro e turismo, é impossível não notar as mazelas que o Brasil sofre em razão desses quatro dias de apologia à luxuria.

21 motivos para ser contra o Carnaval

1- Perda de produtividade
O Carnaval é uma festa que pára o país durante 4 dias. No entanto, na prática, todos os serviços são comprometidos no Brasil na semana do Carnaval.

Além disso, a produtividade e o prosseguimento das funções são muito comprometidos em virtude do Carnaval, o que acaba causando um enorme prejuízo ao Estado e a nação. Tanto é que todos sabem que, no Brasil, o ano só começa de verdade depois do Carnaval.

Logo, o Carnaval, como qualquer feriado prolongado, ao diminuir os dias de trabalho do país, causa danos à sociedade e a arrecadação de impostos. Portanto, os prazeres de alguns causam consequências para todos.

2- Mortes nas estradas
Graças às concentrações humanas que o Carnaval provoca, nossas estrada ficam sobrecarregadas com o tráfego de foliões e de famílias que fogem da agitação. Como nossas estradas são péssimas, esse trânsito desproporcional em nosso país causa uma verdadeiro banho de sangue inocente nas estradas.

Aliás, o instinto de super-homem e de irresponsabilidade de alguns foliões acaba gerando acidente causados por mistura de álcool, drogas e direção. Para quem não sabe, o Carnaval provoca record anuais de mortes nas estradas.

3- Incentivo à imoralidade
O Carnaval é um período onde a libertinagem é escancarada. Muitas pessoas se iludem com os prazeres do Carnaval e passam a fazer de seus cotidianos infindáveis carnavais.

4- Incentivo ao turismo sexual
Turistas vem ao Brasil para fazer sexo com nossas menores. A permissividade sexual e o turismo sexual trazido pelo Carnaval faz com que muitas crianças pobres adentrem no mundo da prostituição infantil.

5- Atentado violento ao pudor
Pessoas fazem sexo a céu aberto. O que seria inaceitável no nosso cotidiano passa a ser uma transgressão tolerável no Carnaval.

6- Desrespeito a figura da mulher
Homens forçam beijam mulheres a força no Carnaval. Mulheres passam a ser vistas como um instrumento de prazer descartável, ou seja, meros objetos sexuais. Para os homens, quanto mais melhor. Muitas mulheres iludidas entram em depressão quando descobrem que foram usadas por seus parceiros de folia.

7- Adultério e separação
Relacionamentos de anos são terminados em função dessas promiscuidades incentivadas no Carnaval. Muitoa homens se separam de suas parceiras antes do Carnaval só para aproveitar a sacanagem; outros, não se separam e caem de boca nos prazeres da carne escondidos de suas parceiras.


8- Corrupção da ética

O que o Carnaval faz é apenas liberar o que existe de mais safado e promíscuo em todo homem. Se sociedade aceita que homens tratem mulheres de forma calhorda, é questão de tempo até que eles estendam a mesma ética para outros campos de suas vidas.

9- Brigas
Pessoas alcolizadas acabam se envolvendo em brigas, que às vezes acabam em óbito. Muitos bêbados acabam abordando mulheres acompanhadas e isso sempre gera confusão.

10- Proliferação das doenças venéreas
Doenças sexualmente transmissíveis são espalhadas para população devido a permissividade sexual impregnada no Carnaval. Muitas pessoas alcolizadas acabam se esquecendo de usar preservativos ou os usam incorretamente. Essas pessoas infectadas acabarão recorrendo ao sistema público de saúde para buscar tratamento para as doenças contraídas em virtude de suas vidas privadas.

11- Injustiça
Muitas pessoas inocentes contraem doenças venéreas que seus parceiros adquiriram no Carnaval. Logo, estas pessoas são obrigadas a pagar na pele até a morte pelos erros alheios.

12- Gravidez indesejada
Muitas pessoas, bêbadas, acabam fazendo sexo com várias pessoas, às vezes ficando grávidaa e não sabendo de quem seriam o pais de seus filhos.

13- Aborto
Essas grávidas do Carnaval terão que recorrer ou a um aborto ilegal, onde correram risco de morrer, ou darão a luz a um filho que nascerá sem pai, sofrendo a vida inteira pela irresponsabilidade da mãe.

14- EstuproNo Carnaval a devassidão impera de forma que muitas mulheres, desacordadas ou lúcidas, são estupradas e agredidas. Muitos são os casos de agressões de mulheres por parte de homens rejeitados por estas. Muitas mulheres ficam traumatizadas com os os atos de barbaridade de homens desprovidos de qualquer moral.


15- Depredação das ruas
No Carnaval, as nossas principais ruas são invadidas por ordas de foliões bêbados que deixam um rastro de fedor de urina nas ruas por onde os blocos passam.

16- Consumo de drogas
No Carnaval, o consumo de drogas aumenta. Incentivados pelo prazer ilimitado propagado pela festa, muitos foliões recorrem a drogas ilícitas, muitas vezes sofrendo overdoses.

17- Ópio do povo
O Carnaval serve para que a população se embriague e desvie o olhar para a realidade a sua volta. Enquanto milhões de brasileiros passam fome e outros sofrem com nossas leis desumanas, a população resolve usar o Carnaval como válvula de escape.

18- Desigualdade social
Enquanto ricos vão a badalados camarotes, muitos pobres compram caras fantasias para ficar pulando na avenida. Enquanto o povo trabalha para organizar a festa, quem lucra são os poderosos e quase sempre mafiosos organizadores do Carnaval.

19- Difamação do Brasil do exterior
Graças ao Carnaval, muitos estrangeiros acham que o Brasil é um paraíso sem lei, uma terra da sacanagem. Muitas pessoas acham que nossas mulheres são todas prostitutas. Muito dessa má fama se deve ao Carnaval.

20- Corrupção
Muitas secretarias de cultura distribuem verba pública para as escolas de samba. Dinheiro que falta a nossa educação é dado para uma festa que só serve para causar prejuízo a nação. Além disso, muitas escolas de samba servem de degrau para a lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e do jogo do bicho.

21- Laicidade do Estado
O Brasil é um país laico. Não há razão para celebrarmos todos uma festa que celebra o politeísmo grego. Os deuses da fertilidade já causaram prejuízos o suficiente para uma nação que se diz laica de maioria cristã.