Prefeito cancela carnaval após espermatozoide voador engravidar 5 garotas

O primeiro caso de gravidez por um espermatozoide voador, no Brasil, aconteceu em Jacaú-PA. 5 adolescentes entre 15 e 17 anos, ainda virgem (segundo elas), ficaram gravidas após ter sido vitima do tal espermatozoide, que consegue voar a procura do ovulo durante as prévia de carnaval ocorridas na cidade.

Com as denúncias das mães das jovens e com medo de aparecerem novas vítimas o Prefeito resolveu cancelar o carnaval na cidade.

Uma das mães das jovens afirmou que a filha nunca teve relação, a adolescente estava noiva, nossa reportagem procurou o noivo da jovem, de acordo com ele a adolescente não gostava desse tipo de festa. "Eu estava viajando durante essa prévia carnaval e ela disse que saiu apenas uma noite com a prima para comprar churrasquinho e acabou engravidando" afirmou o noivo.

O Ministério da Saúde não tem, ainda, um plano para combater a proliferação desse tipo de espermatozoide. O caso das adolescentes não mobilizou o governo. Em nota, a Secretaria de Saúde de Jacaú-PA afirma que as jovens estão querendo criar uma lenda -- parecida com a do boto -- e que não existe espermatozoide que possa voar. Os pais da jovem ficaram indignados com a nota, e afirmaram que vão meter o processo no governo. (G News)