Lula vetou em 2010 vacina para meningite, doença que matou seu neto de 7 anos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a prisão na sede da Polícia Federal em Curitiba na manhã deste sábado e foi para São Paulo, onde participará do velório de seu neto, Arthur, de 7 anos, vítima de meningite meningocócica.


No Twitter, vários internautas estão criticando Lula, lembrando que em 2010 ele vetou um projeto que incluía cinco vacinas no calendário da rede pública, entre elas a meningocócica conjugada C, hepatite A, varicela, entre outras. A decisão foi publicada no dia 10 de dezembro de 2010 no Diário Oficial da União.

Segundo o governo naquela época, as 5 vacinas que estavam descritas no projeto de lei já estaria contempladas no calendário de vacinação, só que o Planalto protestou e alegou que por causa deste veto de Lula, ficaria ‘mais burocrática e demorada a adoção de novas tecnologias na área de prevenção de doenças, na qual o Brasil é mundialmente reconhecido’.

Lula já está em São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a São Paulo na manhã deste sábado para acompanhar o velório do neto, Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, vítima de meningite meningocócica.

Lula saiu de Curitiba por volta das 7 horas da manhã e hoje e o trajeto não foi informado para preservar a segurança do petista. Vale lembrar que a Lei de Execução Penal prevê a saída de presos para comparecerem a velórios e enterros de familiares, inclusive dos descendentes.

Cerca de 50 agentes estão envolvidos nesta ida de Lula ao velório do neto, em São Bernardo do Campo, São Paulo.